Passar para o Conteúdo Principal

Tall Ships: "Um dos maiores eventos que Sines já recebeu"

Paradatrip 1 980 2500
03 Maio 2017

O Sines Tall Ships Festival terminou com um balanço muito positivo por parte da Câmara Municipal de Sines, devido ao seu impacto na cidade e na região.

O presidente da Câmara, Nuno Mascarenhas, mostrou-se "muito satisfeito por ter sido possível trazer este grande evento para Sines" e "orgulhoso por todo o trabalho desenvolvido desde 2013" pelos quatro parceiros: Aporvela, APS, Câmara e Turismo do Alentejo.

"Foi um dos maiores eventos que o concelho de Sines já recebeu, um evento diferenciador que projetou, não apenas a marca Sines, como também toda a região", salientou o autarca.

Uma das medidas da grandeza deste acontecimento foi a afluência de público, estimada em mais de 100 mil visitantes durante os quatro dias que durou o evento.

Outros impactos são mais difíceis de medir, mas o feedback recebido dos empresários locais foi muito positivo.

"O festival teve um impacto notório na restauração e na hotelaria", afirmou o presidente.

Tall Ships


Para Nuno Mascarenhas, é também de destacar o contributo que o Tall Ships 2017 deu para estimular nos jovens o gosto pela vela e pelos desportos náuticos, com vários jovens de Sines a embarcar nos veleiros.

Entre os eventos do festival, o presidente destaca o momento em que os comandantes dos veleiros depuseram uma coroa de flores na estátua de Vasco da Gama, na tarde de domingo, e a partida dos veleiros que percorreram a costa até Porto Covo, na segunda-feira.

Recorde-se que o facto de um dos maiores navegadores da história ter nascido em Sines foi um dos fatores que contribuiu para a decisão da escolha desta cidade para a realização de uma etapa da regata RDV Tall Ships 2017.

Festivais como os que se realizaram em Sines são fundamentais para que os grandes veleiros continuem a existir. Muitos deles estiveram para ser abatidos, e são acontecimentos como estes que lhes permitem obter fundos para continuarem a navegar, tendo inclusive, várias empresas da região realizado eventos a bordo.

O regresso dos Tall Ships a Sines não depende apenas da autarquia, mas, garantiu Nuno Mascarenhas, a Câmara Municipal de Sines "tudo fará para que este evento se repita".

O Sines Tall Ships Festival foi cofinanciado pela União Europeia através do FEDER e enquadrado no programa operacional ALENTEJO 2020, no montante de investimento de 502 945,49 euros e montante de apoio de 390 788,65 euros. O evento inseriu-se no projeto Alentejo Eventos XX - Promoção e Marketing, que visa afirmar a região Alentejo como destino turístico diferenciado e inovador, através da promoção integrada e articulada de um calendário de eventos culturais com potencial de atração regional, nacional e internacional de visitantes.

Concerto Raquel Tavares